OVINOS: CEPEA passa a divulgar preços do quilo de cordeiro de sete estados brasileiros
Professora da UFLA e colaboradores lançam boletim técnico sobre a criação de caprinos.
Gordura da carne de cordeiro não faz mal à saúde e é fonte de nutrientes, revela pesquisa do IZ.



ALIMENTAÇÃO

18/04/2017

Queijo de cabra ganha destaque na gastronomia carioca

.


Matéria-prima amplamente utilizada pelos maiores restaurantes da França, o queijo de cabra vem ganhando cada vez mais destaque no cardápio de chefs, prateleiras dos supermercados e nas geladeiras cariocas. O aumento na demanda é comemorado pela empresária Rose Garcia, responsável pela Fazenda Genève, em Teresópolis, fornecedora de boa parte dos produtos desse segmento consumido no Rio.

"Produzimos uma média de uma tonelada e meia de queijo por mês, sendo dez tipos diferentes. De um ano para cá, os pedidos para o Rio de Janeiro cresceram em média 15%", conta a empresária.

A fazenda abastece o estoque de cerca de 40 restaurantes na cidade. Além disso, desde julho ela conta com uma vitrine com os seus produtos no Supermercado Zona Sul da Avenida Bartolomeu Mitre, no Leblon. "Comercializamos mais a linha dos franceses, como “sainte maure”, “pyramide”, “crottin”, “brique” e “charolais”. Mas há também mercado para opções como “frescal”, “boursin”, “aperitif” e “caprino”, destaca Rose.

Um dos restaurantes que utilizam os produtos da Genève é o Térèze, do Santa Teresa Hotel MGallery (Rua Felício dos Santos 15, em Santa Teresa).

O chef da casa, Pablo Ferreyra, conta que o ingrediente faz parte de uma das entradas mais populares do cardápio: o “Zé Cabron” (R$ 55), feito com queijo de cabra fresco empanado em farinha de castanha de caju, com compota de cupuaçu e salada de palmito pupunha ao jambu.

"É um queijo versátil. Ele pode ser trabalhado de muitas formas. Em seu estado natural, empanado ou frito, por exemplo. Acredito que o consumo tenha aumentado pelo público estar antenado com as tendências do momento. O queijo de cabra hoje é muito mais divulgado. E quanto mais visto, mais consumo ele terá", frisa.

Já no Restaurante Sá (Avenida Atlântica 3.668, em Copacabana), o ingrediente vem fazendo tanto sucesso que o chef, Paulo Goes, está trabalhando na elaboração de novas opções com o queijo. Um dos destaques do cardápio da casa é a salada de queijo de cabra crocante (R$ 43), que leva amêndoas e vinagrete de frutos secos com tangerina e figos.

"O queijo de cabra combina com quase tudo. Aliado a isso, temos a evolução do paladar do brasileiro, que vem contribuindo com esse aumento pela procura atual", destaca Goes.



As informações são do portal O Globo. 




MAIS ALIMENTAÇÃO






PARCEIROS